06 abril 2010

INFORMAÇÃO QUE CHEIRA A VOMITADO

Na época em que ocorreu, o episódio terá sido percebido como mais uma curiosidade, mas a esta distância, a data de 8 de Janeiro de 1992 pode ser vista como o ocaso de uma certa decência informativa na cobertura de cerimónias protocolares. Nesse dia, num jantar de gala com o Presidente norte-americano George H. W. Bush, que fora convidado para a residência oficial do Primeiro-Ministro japonês Kiichi Miyazawa, aquele sentiu-se indisposto (teve uma súbita e violenta indisposição gástrica, segundo as notícias), vomitando copiosamente no colo do anfitrião e acabando por desmaiar, num encadeamento de acontecimentos tão embaraçosos do ponto de vista pessoal quanto diplomático…

Na longa história dos incidentes embaraçosos durante cerimónias de gala, este terá sido um entre milhares que o antecederam e lhe sucederam. Porém, desta vez passou-se com o Presidente dos Estados Unidos, a televisão estava lá e quem era o responsável pela edição das notícias da ABC mandou a decência às urtigas… Essencialmente, Bush passou por uma vergonha que embaraçaria qualquer de nós e, em vez do facto ser mencionado na nota de rodapé que a sua relevância mereceria, teve o privilégio de se aperceber nos dias seguintes que aquela sua cena estava a ser vista literalmente por todo o Mundo. É o tipo de informação que cheira a vomitado. E por falar nisso:

Sem comentários:

Publicar um comentário