11 maio 2021

A MORTE DE BOB MARLEY E A MORTE DE BO «OBAMA»

11 de Maio de 1981. Aos 36 anos morre Bob Marley, o mais popular compositor e intérprete de «reggae» (estilo musical jamaicano). Ao contrário do que acontecera com tantas outras estrelas da música, a precocidade da sua morte não se devia a excessos, antes a um cancro (e ironicamente, já que Marley era mulato, a um melanoma). Mesmo não se tratando de uma das super-estrelas mundiais da música rock, a notoriedade e popularidade de Marley e do «reggae» tornam difícil explicar porque é que a notícia da sua morte aparece «enterrada» lá para a página 21 (cultura & espectáculos) da edição do jornal do dia seguinte, ao lado da programação televisiva.
Conhecendo a orientação editorial do jornal em causa (Diário de Lisboa), admite-se que Bob Marley e a sua música não fossem particularmente populares na redacção daquele diário. Nem Marx nem Lenine combinariam bem com os charros ou as tranças «rasta». Esses tempos parecem estar ultrapassados, mas não sei se ao desinteresse de outrora se substituiu um interesse agora excessivo por falecimentos que se mostram também difíceis de justificar. A morte do cão de um ex-presidente dos Estados Unidos parece-me exemplo emblemático de que teremos chegado a um excesso para o outro lado...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.