21 agosto 2018

AS ELEIÇÕES AUSTRALIANAS ELEGEM UM PARLAMENTO FRANCAMENTE TRABALHISTA

21 de Agosto de 1943. Para resolução (nas urnas!) de uma crise política que surgira dois meses antes, tinham lugar há setenta e cinco anos eleições gerais na Austrália. Os resultados foram uma maioria expressiva para os trabalhistas do primeiro-ministro em exercício, John Curtin (1885-1945), quando alcançaram ½ da votação e conquistaram ⅔ dos 74 lugares em disputa. A interpretação política dos resultados podia ser contraditória: ou se tratara de um endosso substantivo do seu líder de guerra, ou então estava-se diante de uma inflexão à esquerda do eleitorado australiano. Não se sabia então, mas o líder de guerra não viria a ter oportunidade de se reapresentar ao eleitorado: John Curtin morrerá subitamente em 5 de Julho de 1945 (menos de três meses depois de Franklin D. Roosevelt), ainda a Segunda Guerra Mundial não terminara na Frente do Pacífico, precisamente aquela a que a Austrália dava a principal importância.

Sem comentários:

Publicar um comentário