01 maio 2015

TRÊS CITAÇÕES À PRETEXTO DA CANDIDATURA DE SAMPAIO DA NÓVOA

– Aconteceu um incidente curioso com o ladrar do cão – comentou Sherlock Holmes.
Mas o cão não ladrou!
exclamou o Dr. Watson.
– Esse é o incidente curioso!

Arthur Conan Doyle (O Cão de Baskervilles)
Torna-se para mim indiciador que não haverá assim tantos que estejam a levar a sério as possibilidades presidenciais de Sampaio da Nóvoa, quando, numa ocasião tão recente (e soberana) quanto a da morte de Mariano Gago, ninguém se dispôs a relembrar a entrevista acima, dada há já quatro anos e em que o candidato se pronunciava (acima) a respeito do defunto de uma forma que não o favorecia aos olhos da opinião pública. Fosse Sampaio da Nóvoa considerado um caso sério e tê-la-íamos visto, à entrevista, relembrada de forma anónima, quase que por coincidência com a notícia do óbito. Mas não sei se, pior do que a humilhação de não ser submetido à hostilidade sórdida que caracteriza a gramática política da actualidade, será este outro costume do candidato receber tantos elogios vindos do outro lado das trincheiras políticas, de quem se sabe - e não há apenas Marcelo Rebelo de Sousa... - que nunca dá ponto sem nó... Considerada a categoria intelectual e académica de Sampaio da Nóvoa e de quem o rodeia, creio que, para além do próprio, na sua entourage próxima haverá decerto conselheiros que estejam familiarizados com a famosa expressão de Virgílio, Timeo danaos et dona ferentes...

Sem comentários:

Enviar um comentário