01 janeiro 2019

OS «SAUDOSOS» DISCURSOS DE ANO NOVO DO ALMIRANTE AMÉRICO THOMAZ

2 de Janeiro de 1969. Enterrado numa das páginas mais discretas do interior da edição do Diário de Lisboa repousa a pièce de résistance do discurso de Ano Novo que fora pronunciado no dia anterior pelo presidente da República, almirante Américo Thomaz, nessa altura devidamente transmitida pela rádio e pela televisão e que agora era reproduzido pelos jornais. O aspecto da página (que hoje qualificaríamos por wall of text de apresentação desencorajante) transmite a essência, o interesse e a vivacidade da comunicação presidencial, para mais vinda de um locutor que todos reconheciam fraco, tanto na forma, quanto no conteúdo. Cinquenta anos passados, já são poucos os que têm memória de como os discursos de época desta época eram insuportavelmente chatos.

Sem comentários:

Publicar um comentário