02 junho 2018

RECORDANDO «CITIZEN KANE»

A actualidade informativa parece dominada simultaneamente por uma questão social de âmbito estritamente nacional, a crise em folhetim do Sporting, por uma questão política e essa já de âmbito regional, envolvendo a Europa meridional, a queda do governo em Espanha, e ainda por uma questão económica de repercussões mundiais, aquilo que parecem ser os primórdios de uma guerra comercial entre os Estados Unidos e as restantes potências económicas. A hierarquia de importância de como se pode apreciar que cada uma destas três questões está a ser apresentada pela comunicação social é a inversa das suas consequências. Uma possível recessão económica mundial perde em importância para os percalços da vida política e, quiçá, económica do país vizinho, e ambos são muito menos importantes do que a disputa pelo poder numa agremiação desportiva. Tudo isto mostra como se mantêm perfeitamente válidos os princípios caricatos que, no passado, conduziram a notícias tão irrelevantes quanto a (notícia verdadeira) da funda incisão na região superciliar do sr. dr. Joaquim Manso e a (da imaginação de Eça) do desmancho do pé da Luisinha Carneiro. O que é que interessam as perspectivas de uma recessão económica mundial quando comparadas com as perspectivas de uma assembleia geral em que até pode haver cenas de pancadaria?!...

Sem comentários:

Enviar um comentário