10 abril 2018

O ACORDO DE SEXTA FEIRA SANTA

10 de Abril de 1998. Tony Blair pelo Reino Unido e Bertie Ahern pela Irlanda assinam o Acordo que procura pôr fim aos Troubles da Irlanda do Norte. Ausentes da fotografia mas indispensáveis para o sucesso da implementação do Acordo são as várias organizações políticas e político-militares norte-irlandesas e as assinaturas dos seus dirigentes. A maioria assinou, nomeadamente o IRA católico, mas do outro lado, os extremistas protestantes do DUP não o subscreveram. Vale a pena recordar que o Acordo de Sexta Feira Santa foi acolhido à época com muita circunspecção. É que houvera acordos anteriores, como o de Sunningdale em 1973 ou o Anglo-Irlandês de 1985, que se haviam saldado por fracassos. Assim como em 1968 começara, sem qualquer declaração de guerra, ou outra cerimónia formal, os Troubles da Irlanda do Norte terminariam sem garantias que as assinaturas só por si chegassem para que isso acontecesse.

Sem comentários:

Enviar um comentário